©2017 Casa Áurea

alimentaçao

˜

Já é sabido que durante toda a vida, a alimentação está relacionada com o desenvolvimento saudável do ser humano. Porém, na primeira infância, especialmente nos primeiros sete anos, a criança está formando o seu organismo. Seu sistema nervoso, os órgãos digestivos e respiratórios, todo o seu corpo físico está sendo plasmado nesses primeiros anos. A alimentação nessa fase da vida é crucial, e nossa escola fornece os alimentos adequados para esse desenvolvimento. O lanche que a criança faz na escola é fornecido por nós. O cardápio é montado de acordo com os dias da semana e suas influências planetárias. São oferecidas frutas diversificadas, preferencialmente orgânicas ou agroecológicas, além dos cereais, como arroz, cevadinha, painço, centeio e aveia/granola. Os cereais são alimentos dos mais nobres e, de acordo com a Antroposofia, por serem uma porção sutil da planta, são adequados para o delicado momento de formação que a criança está vivendo. Evitamos o excesso de sal e de açúcar, pois estas substâncias minerais, mortas, iniciam processos mineralizantes no corpo da criança, podendo causar formação de cálculos e outras doenças no futuro. A maneira como a criança se alimenta na primeira infância é formadora de hábitos. Estar à mesa coletivamente é um ritual social. Inclusive, a possibilidade de experimentar doces, amargos, salgados e azedos pode exercitar na criança a possibilidade de experimentar as diferentes possibilidades, os diferentes caminhos, as diferentes personalidades como todas válidas e toleráveis. Todos os hábitos formados na primeira infância, por mais corporais que pareçam, estão formando o ser como um todo, inclusive suas emoções e sua visão de mundo.